SAAE pede uso racional de água para a população


19 Julho 2018
SAAE pede uso racional de água para a população

Os baixos índices de chuvas na cidade, que se estendem desde o mês de maio, têm prejudicado a captação de água e sua distribuição no município. De acordo com o presidente do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Leonardo Rossi, São Gabriel atravessa uma enorme estiagem; e com a falta da chuva e o aumento do consumo de água pelos munícipes há uma necessidade da conscientização da população com o uso da água tratada.

“Diariamente há um desperdiço muito grande de água, principalmente com a limpeza de calçadas, veículos e quintais. Precisamos alertar os nossos cidadãos para o consumo racional, com hábitos sustentáveis”, comentou Leonardo. O presidente destacou atitudes que podem colaborar com a redução do consumo do recurso, entre elas, a reutilização da água da máquina de lavar roupas, por exemplo, para lavar as varandas.

Hoje a cidade conta com 9.125 ligações e um consumo de mais de 1 milhão e meio de metros cúbicos de água tratada por ano. “O SAAE trabalha intensamente a fim de manter o abastecimento em São Gabriel do Oeste. Mas o consumo consciente deve ser assumido por todos os usuários para que o serviço não precise ser racionado e o fornecimento de água interrompido para garantir o abastecimento”, disse Leonardo.

“O banheiro hoje é um grande vilão no uso da água; o vaso sanitário, a pia e o chuveiro representam uma grande porcentagem dos gastos de uma casa. Nós devemos evitar esse consumo excessivo, fechar torneiras e diminuir o tempo no banho. Cada gota faz a diferença e a preservação desse recurso natural tão importante para a vida tem que ser contínua”, concluiu o presidente.